Vamo AI! 24 Analistas de Dados já iniciaram suas carreiras no mercado de trabalho com a parceria Resilia + iFood

Quais oportunidades podem surgir quando o iFood — empresa referência no modelo de delivery e logística — e a Resilia — edtech que oferece soluções mais rápidas, acessíveis e eficientes para o começo carreiras no mercado de tecnologia — se encontram? A resposta é simples mas nada fácil: vidas impactadas e novas carreiras para talentos que não tiveram oportunidade.

O programa Vamo AI nasceu com o objetivo de acelerar a chegada de jovens talentos ao mercado de trabalho, com foco em Dados. Atendendo às necessidades de uma área super recente e às características de uma carreira em potencial dentro do iFood, a ementa e cases abordados ficou sob responsabilidade da Resilia, que inaugurou o primeiro curso de Dados sob demanda.

Para dar acesso à formação 100% gratuita, com mais de 500 horas de aulas, projetos e monitorias foram cerca de 5 mil inscrições em todo o Brasil, com incentivo também para a participação dos entregadores da empresa. Em sua primeira versão piloto, foram abertas apenas 35 vagas para a Turma Vamo AI e os candidatos precisaram mostrar sua resiliência para avançar nas etapas do concorrido processo seletivo.

Assim, o perfil dos selecionados corresponde aos propósitos de inclusão no mercado de trabalho que ambas as empresas, Resilia e iFood, buscavam com a parceria. Os meses intensivos e a aprendizagem de qualidade para capacitar mais pessoas para as novas profissões do século XXI ficaram por conta da Resilia. Para Gustavo Vitti, Chief People and Sustainability Officer do iFood, o objetivo foi alcançado:

“A gente não quer só revolucionar o universo da alimentação e empreendedorismo, a gente também vai usar nossa tecnologia pra criar experiências e mudar a vida de milhões de pessoas. Saibam que estamos só começando!” #VamoAI

Dentre as pessoas selecionadas, 51% são mulheres, impulsionando a carreira de mais mulheres em uma área dominada por homens; Uma delas é Gabriela Turquetti (25 anos), moradora do Distrito Federal, que decidiu mudar de área e se dedicar em uma nova carreira. Saindo da Geofísica, ela encontrou na área de Dados uma forma de também analisar e categorizar informações, como visto em seu projeto final para a Turma Vamo AI.

51% da Turma se autodeclarara como pessoas negras ou pardas, visando o objetivo de trazer maior representatividade para o setor. A Inajá Morais (45 anos), que pode começar uma nova carreira mesmo sem conhecimento prévio na área de Dados. Formada em Direito pela Faculdade de Sorocaba, Inajá viu sua vida mudar completamente com os aprendizados dos últimos meses, sendo escolhida para ser oradora na formatura Vamo AI, se encontrando pessoal e profissionalmente na área de Dados.

Por fim, 1/3 da turma era composta por entregadores — pedido mais que especial da empresa parceira. Com uma divulgação exclusiva para os colaboradores, o objetivo principal era integralizar a malha de entregadores na iniciativa educacional. Assim, os entregadores selecionados puderam aprender do zero e se tornar Analistas de Dados completos, com apoio de ambas as empresas em sua formação e contratação. Esse é o caso Mateus Varelo (24 anos), que migrou de entregador para assumir uma carreira como Analista de Dados no iFood. Confira o seu depoimento:

Eu sou o Mateus, ex-entregador de aplicativo e agora Data Analytist no iFood. Eu participei do projeto Vamo AI, parceira do iFood com a Resilia, onde eu aprendi tanto a parte soft skill quanto as hard skills, voltada para a área de Dados. Eu acredito que a educação é a melhor forma de você alavancar sua carreira, então, o curso foi muito bom na minha vida! Tanto na mudança de vida, a mudança de vida da minha família e tudo o que aconteceu nos últimos meses. Eu só tenho a agradecer por esse apoio, à Resilia por ser a facilitadora de aprendizagem, trazendo conteúdos e ensinando em sala de aula, como ao iFood como um todo pela oportunidade.

Para compor a Vamo AI de maneira ainda mais diversa, outros marcadores sociais também foram levados em consideração na seleção do perfil dos estudantes. Para tal, ensino público e renda per capita foram fatores de decisão ao longo do processo seletivo, tendo mais de 70% dos aprovados estudado em escolas públicas ou em particulares com bolsa e 100% (ou seja, a turma INTEIRA) apresentando renda familiar de, no máximo, R$4.000,00.

A ementa foi criada com especialistas do time de dados do iFood, usando a metodologia de aprendizagem da Resilia. Para isso, a formação foi dividida em duas partes: nas hard skills, habilidades técnicas, os estudantes tiveram contato com programação em Python e acesso às suas bibliotecas, estrutura de dados, orientação a objetos, versionamento de código em Git e Github, SQL, NoSQL. Já nas habilidades comportamentais, as soft skills, aprenderam a aprender de forma contínua, exercitaram sua adaptabilidade, gestão de tempo, inovação, liderança e experiência corporativa.

O currículo foi idealizado para formar Analistas de Dados prontos para o mercado, preenchendo os requisitos de vagas no setor. Assim, ao longo dos 6 meses de aula, resolveram exercícios em sala de aula e horas de monitoria e cada um dos estudantes desenvolveu 5 projetos práticos, sendo 1 projeto final por módulo. Além disso, tiveram acesso à 7 palestras exclusivas com Food Lovers, 30 mentores individuais e mais 40 colaboradores da empresa envolvidos na formação.

Apresentação final da turma Vamo AI
Apresentação final da Turma Vamo AI

Essa é um pouco da experiência que o aluno Felipe Batista, que nos conta:

Sou formado em Ciências Sociais e já estava buscando construir uma carreira na área de dados, então o curso serviu como um trampolim para isto. Com muito trabalho duro, horas e horas de estudo, e a ajuda da Resilia, consegui o trabalho como analista de dados em uma das maiores empresas de tecnologia da America Latina, o Ifood! Antes, eu tinha em meu networking apenas duas pessoas conhecidas que trabalhavam com dados, hoje já tenho pelo menos 30 pessoas que podem me auxiliar e ensinar. Agora tenho contato com pessoas talentosíssimas e diversas. Aliás, a pluraridade do curso foi fatores mais enriquecedores para minha vida, visão de mundo e vida profissional.

A formatura em agosto/21, mostrou como a Turma Vamo AI conseguiu encerrar o ciclo de descobertas e aprendizagem em grande estilo. Após passarem pelo processo seletivo exclusivo com a empresa, 82% da turma foi contratada pelo iFood. E, em menos de 20 dias após a formatura, 93% já se encontra empregada e os demais seguem em processo de empregabilidade, participando de fases de outros processos seletivos com o apoio da Resilia. Mas não há dúvida que futuros brilhantes aguardam a todos!

Com a dedicação ímpar nos últimos meses, pessoas que até ano passado não tinham tido contato algum com a área de dados, hoje já dominam suas principais vertentes. Mas, para sair de suas zonas de conforto e impulsionar sua recente caminhada profissional, os estudantes também precisaram impulsionar de vez sua percepção pessoal sobre si mesmos. O aprendizado que fica é eterno!

E se você ficou interessado em fazer parte da próxima Turma de Dados da Resilia, não deixe de se inscrever!

Na Resilia, formamos os melhores profissionais em tecnologia. Para isso, exigimos apenas uma coisa: garra.

Na Resilia, formamos os melhores profissionais em tecnologia. Para isso, exigimos apenas uma coisa: garra.