Image for post
Image for post

Histórias de Resiliência: Felipe Manoel

Fleep, conta um pouquinho pra gente sobre a sua mudança de vida e dos fatores que contribuíram para isso?
Desde sempre eu fui um cara que não ligava muito pras coisas e demorei muito para me tocar que eu precisava estudar. Eu não tinha uma mente com alvos tão claros como hoje, né? Então eu aprontava bastante, só vivia jogando bola e fazendo o que eu queria. Eu acredito que a mudança da minha vida gira em torno de três coisas que aconteceram: o basquete, a Igreja e a Resilia. E, por incrível que pareça, uma coisa levou a outra.

Primeiro eu comecei a jogar basquete, joguei por mais ou menos quatro anos. Com o esporte eu comecei a ser um pouco mais disciplinado e através do dele eu consegui uma bolsa de estudos em uma escola particular. Foi nessa escola que eu percebi que as coisas infelizmente são muito diferentes para quem tem acesso à educação, por isso eu sabia que precisava fazer outra coisa além do basquete para ter algo de concreto na minha vida.

Através da Igreja, que é um outro pilar essencial para mim, eu conheci muitas pessoas importantes para a minha trajetória. A Igreja foi minha primeira experiência de liderança, lidando com grupos. E foi lá, principalmente, que eu pude ser quem eu sou e que aprendi que eu podia me permitir a sonhar e concretizar meus objetivos. E esse objetivo foi a Resilia!

Como foi para você começar o curso?
Quando eu conheci a Resilia eu pensei “Cara, essa é a uma oportunidade de ouro. De ter uma carreira, de ter uma profissão, de ter algo pra poder falar — eu faço isso, eu estudo isso aqui, eu sou alguém”. Quando eu vi essa oportunidade, eu saí do meu antigo trabalho e me foquei completamente no curso. Eu precisava colocar a minha vida pra frente o quanto antes e a Resilia foi esse divisor de águas.

Com a Resilia eu consegui finalmente entender o mercado de T.I., entender como funcionam as tecnologias, como elas se comunicam e funcionam por “de baixo dos panos”. Nesses 6 longos meses de estudo e algumas noites sem dormir, eu vivi experiências que nenhum outro curso proporcionaria.

E em quais aspectos você acredita que a Resilia mudou a sua vida?
Eu não tenho dúvidas de que foi através da Resilia que eu consegui entrar no mercado de tecnologia porque, se não fosse o curso, eu precisaria fazer da forma tradicional. Ter um trabalho comum, pagar minha faculdade, procurar um estágio e passar por todo esse processo. A Resilia foi essa estrutura que me ajudou desde o conhecimento até o lançamento no mercado de trabalho.

Eu tive desde mentorias de carreira e de tecnologia, até o contato com diversas empresas. Várias vagas são disponibilizadas, inclusive a vaga que eu estou hoje foi divulgada e feita a ponte pelo próprio curso. Tudo o que eu tenho hoje de bagagem em relação a conteúdo e conhecimento na área foi graças à Resilia.

E, para finalizar, se você tivesse algum conselho para alguém que ainda não conhece a Resilia e quer entrar nesse mercado, o que você falaria?
Eu resumiria tudo em uma coisa só: paciência. Porque com a área que a gente trabalha, é preciso ter muita! Paciência de esperar o processo do conhecimento, de ter um problema e saber resolver; paciência de entender que tudo são etapas. Hoje você pode saber uma coisa que você acha que é muito pequena e achar que você não seria capaz de resolver coisas mais complicadas mas, no final, você é capaz sim.

Eu, por exemplo, aprendi a fazer minha primeira página em HTML em fevereiro de 2020 e hoje eu trabalho com coisas que são muito mais complexas que isso. Então, às vezes a gente olha para algumas coisas que parecem ser muito simples e fica impaciente, ansioso, pensando em como aquilo vai se transformar em uma estrutura tão complexa… Mas é preciso primeiro engatinhar para depois andar e correr!

Fleep foi um dos primeiros alunos da Resilia e se formou na nossa Turma 01 — a Turma Fundadora. Ele acreditou no nosso modelo de aprendizagem quando ainda estávamos com a nossa metodologia super no início. Hoje, após o curso, trabalha como Desenvolvedor Full Stack na Jaleko. Sua história é inspiradora para todos aqueles que acreditam na Resiliência.

Felipe Manoel é #Resiliente

Gostou dessa história? Compartilhe!

Também quer ter sua história de vida mudada pelo impacto da resiliência? Inscreva-se em http://bit.ly/ResiliaMedium

E para + novidades, é só seguir a gente nas nossas redes sociais! @resilia.br

Na Resilia, formamos os melhores profissionais em tecnologia. Para isso, exigimos apenas uma coisa: garra.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store