Git: O que é e como usar a ferramenta #nº1 dos devs no seu dia a dia?

Para quem é apaixonado ou trabalha com desenvolvimento, uma coisa é certa: o ato de programar vai muito além do que acontece entre uma linha e outra. Por mais que seja uma tarefa lida, na maioria das vezes, como individual, a programação não começa só quando você abre o código e nem termina de fato quando você finaliza o último “tab” no seu teclado.

Para ser um desenvolvedor mais atualizado e verdadeiramente bom naquilo que você faz, algumas atitudes e comportamentos precisam ser incluídos no ato de “programar”. Isso quer dizer que sim, você FREQUENTEMENTE precisará editar e melhorar seu código existente, uma, duas, dez, quantas vezes forem necessárias. Além de e às vezes compartilhá-lo com outros desenvolvedores. É aí que o Git entra!

Primeiramente, o que é Git?

O Git é um sistema de controle de versões, no qual você pode acompanhar o trabalho desenvolvido e acessar o histórico do projeto realizado. E é justamente por isso que é uma das ferramentas mais utilizadas no dia a dia dos desenvolvedores, sendo a mais popular entre o controle de versões!⁣

É no Git onde ficam armazenado os códigos desenvolvidos, sendo o lugar onde um único profissional de desenvolvimento ou até mesmo uma equipe inteira pode visualizar e gerenciar alterações feitas, que impactam diretamente os códigos de projetos ou softwares.

Já o Github, por sua vez, é um serviço online para hospedar esses repositórios em Git. Se você quiser que outros usuários também vejam seu código (seja um outro desenvolvedor da sua empresa ou milhares de curiosos ao redor do mundo), isso é possível através do Github. E o contrário também! Graças à plataforma online você pode, da mesma forma, visitar projetos de outros devs e expandir seus horizontes na programação ao redor do mundo.

Com a consulta das versões, você consegue aprender um pouco mais a partir da experiência de outros profissionais, visitar os comentários deixados no código, buscar informações ou ainda se inspirar. Para quem tá começando na área e quer um projeto para se arriscar, começar consultando o Github já é uma excelente oportunidade!

E tem mais: as vantages não param por aí! Quanto mais pessoas têm acesso ao seu código, mais elas podem ajudar, seja relatando bugs que passaram despercebidos ou sugerindo novas funcionalidades. É o bom e velho ditado “duas cabeça pensam melhor do que uma”!

Para quem é desenvolvedor, não é nada fácil imaginar a vida sem o Git e o Github. É uma ferramenta essencial não apenas para armazenar o código e colaborar com outras pessoas, mas acaba sendo também grande fonte de novas oportunidades de emprego. Os alunos da Resilia, por exemplo, são incentivados a postarem seus projetos na plataforma, revisitando módulo a módulo esse que pode ser considerado o portfólio do desenvolvedor.

Agora que você já sabe tudo sobre a ferramenta, que tal entrar em grande estilo nesse mundo da programação? Para desenvolver projetos maneiríssimos e encher o seu Github de códigos próprios, a Resilia tem a solução! Ao longo dos 6 meses de aula, são realizados 5 projetos práticos, todos do zero.

Aprender em rede fica muito mais fácil, ainda mais se for com os facilitadores tech e soft da Resilia, outros Resilientes, centenas de horas de monitoria e apoio de profissionais de verdade. E para garantir uma vaga na próxima Turma de Desenvolvimento Web da Resilia a dica é boa: inscreva-se agora!

Na Resilia, formamos os melhores profissionais em tecnologia. Para isso, exigimos apenas uma coisa: garra.

Na Resilia, formamos os melhores profissionais em tecnologia. Para isso, exigimos apenas uma coisa: garra.